sábado, 9 de outubro de 2010

Dependência


Na cabeceira remédios para conseguir dormir,uma cabeça a mil,um corpo sem energia,que de tamanho cansaço não consegue descansar.Mesmo tomando as fortes drogas,ela não consegue dormir.
Lá fora ,no frio está ele,agoniado,sem saída,mesmo querendo sair daquele lugar,que não vê o melhor para ninguém,lugar que de admirável,só existe as lembranças do passado.Ele está lá,querendo controlar sua ansiedade com cigarros e esquecimento,mas nada o fez ficar mais um minuto no frio,sem proteção,sem abraços calorosos.Ele precisava ainda olhar fixamente para o céu,para ver se lá encontra respostas.Se o frio da cama é melhor que o inverno rigoroso que o faz tremer.Se o silêncio não é muito mais congelante.O céu não respondeu,as estrelas nem estavam lá.
Ele foi em direção para a insônia,para o gelo do silêncio,para cama molhada de lágrima.O perdão ele deveria pedir,as palavras doces ele deveria dizer,desculpas por ser ausente,por não conseguir amar como antes,perdão por não aguentar.Mas ele não aguentou,e mais uma noite eles passaram ''juntos'',sem conversa,sem beijo,nem ao menos boa noite.Só lhes resta remédios,o vício dele e o amor de volta.
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

13 comentários:

  1. A compensação artificial para o que o cotidiano te causa aumenta a cada dia na sociedade e nos esquecemos as pessoas ao redor. Infelizmente, algumas vezes, isso é inevitável.

    ResponderExcluir
  2. woow, ficou mt bom o texto! *-*
    parabéns

    ResponderExcluir
  3. ARRASOU amiga

    adorei o blog

    Belass palavras

    seguindo tbm ;)

    Bjuks da Prima Donna

    ResponderExcluir
  4. nossa O.O'
    muito LOL esse texto .-.
    enfim já estou te seguindo :)

    ResponderExcluir
  5. Caraca que texto legal *-*
    Gostei gostei ^^
    Beijos ;*

    ResponderExcluir
  6. Nossa, que blog show! Acho que a rotina e o cotidiano são os maiores inimigos do amor. O amor não nasceu para ser assim prisioneiro. O amor nasceu para ser livre destas grades que o prendem numa rotina tão previsivel. As palavras deixam de ser ditas, os olhos já nao se encontram, e apesar da companhia de ter alguem ao lado da cama, a solidão é a melhor amiga.

    Passa lá no meu, tomara q goste. www.karolbittten.blogspot.com

    ResponderExcluir
  7. que bonito e ao mesmo tempo triste. *-* gostei.
    obrigado pela visita no meu blog.
    beijo.

    ResponderExcluir
  8. Incrível, estou seguindo ^^

    http://toneladasdepensamentos.blogspot.com/

    ResponderExcluir
  9. O texto mostra bem o quanto as diferenças podem influenciar em nossas vidas... Um relacionamento, mesmo que indireto, pode trazer desconforto em alguns momentos.

    Gostei!

    Alan Santos
    http://www.nomeucanto.rg3.net

    ResponderExcluir
  10. Nossa, maravilhoso!!!texto cativante!!parabens!!
    se quiser, acesse meu blog http://artegrotesca.blogspot.com

    ResponderExcluir